Nas viagens internas de e para as ilhas será sempre necessária a apresentação dos seguintes documentos:

- Apresentação de certificado de vacinação COVID-19  (das duas doses se for o caso), emitido por uma entidade pública em grego, inglês, francês, alemão, italiano, espanhol ou russo; do certificado deverão constar nome e apelido (tal como identificados no passaporte), tipo da vacina, número de doses e datas da sua administração; viagem só pode acontecer passados 14 dias sobre administração da última dose, ou

Apresentação de teste COVID-19 PCR negativo em grego, inglês, francês, alemão, italiano, espanhol ou russo, efetuado 72 horas antes da chegada à Grécia; ou

Apresentação de teste rápido de antigénio, em grego, inglês, francês, alemão, italiano, espanhol ou russo.

É recomendado nas viagens para e entre ilhas chegue ao porto de partida com, pelo menos, uma hora e trinta minutos de antecedência.

O Governo Grego decidiu igualmente tornar obrigatória, para todos os cidadãos que não se encontram vacinados, a apresentação de um teste rápido de antigénio ou um self-test negativo nos embarques das ilhas para o continente.

Na ilha de Mykonos encontra-se em vigor, até ao próximo dia 26 de julho, um recolher obrigatório entre as 01h00 e as 06h00, devido a um surto local de COVID-19.

  • Partilhe